Por que sua empresa deve investir no ágil para superar desafios?

Image for post

Nos últimos anos, muito tem se falado sobre a importância das empresas se adaptarem rapidamente às prioridades do seu negócio, principalmente por lidarem com mudanças aceleradas e muito imprevisíveis. Com isso, muitos negócios passaram a incorporar as práticas do ágil entre times e também absorvendo como parte da cultura.

A pandemia provocada pelo Covid-19 em todo o mundo fez com que as empresas agissem rapidamente a uma mudança na forma de trabalho. As que já tinham o ágil, tiveram poucas dificuldades e as que não tinham, adotaram as práticas do framework para lidar com seus desafios sem prejudicar o negócio.

Com a nossa experiência em atender grandes marcas globais em diferentes áreas de atuação, observamos que empresas que já conheciam essa prática souberam gerenciar melhor os impactos da crise. Vimos também que organizações ágeis são rápidas, resilientes, adaptáveis e sabem superar mudanças drásticas e repentinas.

O que o ágil e a produtividade têm em comum?

Como trabalhadores, sabemos que foi difícil conciliar o trabalho com a vida pessoal. Ser produtivo diante de tantos desafios, só mesmo com práticas e processos estruturados para que todos entendessem as prioridades.

Com as definições de atividades claras e trocas constantes de informações, fica mais fácil a liderança destacar as prioridades, ou seja, determinar o que é essencial para o negócio. Assim, o time tem a transparência do que é importante e acaba entregando mais valor, além de saber claramente quais são os prazos das demandas.

Por já termos o trabalho remoto e a cultura ágil no nosso DNA, nossa experiência nos últimos meses está sendo bem positiva. Para entender melhor essa percepção, fizemos uma pesquisa com todas as pessoas que trabalham na ília. Um dos resultados foi que 80% do time considera que a produtividade aumentou depois que toda a organização ficou remota.

Entre as principais causas estão: redução no tempo de deslocamento, reuniões desnecessárias e interrupções. A flexibilidade de realizar o trabalho nos horários mais produtivos foi um dos assuntos mais comentados.

Autonomia é palavra-chave para times ágeis

Empresas que usam frameworks ágeis encorajam times multidisciplinares a trabalharem com autonomia e responsabilidade, sempre se colocando na perspectiva do cliente para tomar decisões.

Quando a agilidade é praticada, as pessoas decidem processos sem passar por fluxos complexos ou toda a cadeia hierárquica, o que contribui para que o esforço seja focado apenas nos ganhos essenciais.

Os times de uma das maiores empresas de fidelização e meios de pagamento do país, um de nossos clientes, atuam de forma ágil e não sentiu a mudança quando todo o time ficou remoto.

Todas as áreas continuaram se comunicando pelo Slack, administrando as demandas pelo Jira e praticando todas as cerimônias do framework. Até o acesso à VPN foi disponibilizado de maneira rápida, sem interferir na rotina das equipes.

Por falar em comunicação, vejo que times tradicionais ainda fazem mais reuniões do que o normal, muitas vezes desnecessárias e improdutivas. Com rituais ágeis, por exemplo, é possível ter rápidos encontros para as pessoas falarem melhor das demandas que trabalharam, gerando uma visibilidade maior do que está sendo feito.

No início do ano, tivemos a oportunidade de desenvolver a maturidade ágil dos times de uma das maiores empresas de seguros vinculados a bancos do país. Recentemente, realizamos uma pesquisa com o time deles também para entendermos melhor a evolução da área após a adoção de práticas ágeis.

O resultado disso foi que a própria equipe avaliou positivamente o trabalho remoto, considerando que a adesão ao framework neste momento melhorou muito na comunicação e, auto-organização. Além disso, a empresa pôde elevar a qualidade das entregas, trazendo uma visão mais clara da capacidade do time.

As pessoas têm buscado cada vez mais trabalhar em empresas com ambientes mais dinâmicos e que incentivam inovação, fugindo de trabalhos burocráticos.

Por que sua empresa deve ser ágil?

Percebo que as práticas ágeis durante o trabalho remoto têm favorecido muito na atração e retenção de talentos, pois hoje os profissionais consideram essa modalidade como um fator essencial para a escolha da empresa em que querem trabalhar.

Tivemos essa percepção depois de analisar os resultados da pesquisa interna que fizemos com nosso time. 98% das pessoas que trabalham na ília, por exemplo, gostariam de continuar trabalhando remoto ou ter a flexibilidade dessa escolha.

Além disso, essa modalidade de trabalho pode também contribuir com indicadores de qualidade da empresa como um todo. A ília, por exemplo, cresceu 26% em comparação ao primeiro trimestre e os bons resultados se refletem em várias outras áreas da empresa.

Penso que momentos de crise sempre proporcionam superação de desafios e, consequentemente, grandes mudanças. Acredito que aprendizados como esses geram grandes transformações para as empresas. Como diz Bill Gates, “O sucesso hoje requer agilidade e motivação para repensar, revigorar, reagir e reinventar constantemente.”

Como tem sido trabalhar remoto nesses últimos meses na sua empresa? Compartilhe o que você tem vivido! Quero muito saber os desafios e as superações que vocês têm se deparado no dia a dia.